terça-feira, 6 de junho de 2017

MAR

MAR

Sair e entrar
na explosão da praiamar,
invadir o salgado da água,
ficar,
remando contra a maré
onde a água não tem pé.
Divergir dos demais
achando que aqui
é o meu lugar.
O  cheiro a maresia
impregna os cinco sentidos
sente-se que a vida
começou na água.
Forte é o vento
empurrando para a praia
a areia queimando.
Debaixo do guarda-sol
um refresco de limão,
fresco, fresco,
suavizando o calor

neste dia ébrio de Verão.

Sem comentários:

Enviar um comentário