terça-feira, 23 de maio de 2017

SONHOS

SONHOS

Sonhos, jogos
a esconder-nos
a realidade.
Perdidos, achados,
tecidos, adiados,
enquanto houver vontade
nada se perde
tudo se alcança.
Sonhos,
casa de bonecas,
luz coada, o odor
a rosas machucadas.
Sonhos,
sono a hora errada,
a cabeça rodando,
a luz a nascer
por entre a liberdade.
Sonhos
a vida mostrando-se
sob a verdade.
Mais dia menos dia,
juro,
dar-te-ei à sobremesa

um sonho com açúcar e canela.

Sem comentários:

Enviar um comentário