terça-feira, 30 de maio de 2017

CONTINUAR

CONTINUAR

Ainda não se cumpriu a estrada,
faltam manhãs claras,
pequenos almoços
de mel e maçã,
dias luminosos, arqueados,
notas arrancadas a violinos
esquecidos até agora
no pó do sótão.
Caíram as palavras, meu amor,
acção é urgente,
ser capaz de escrever,
derradeiros poemas,
acreditando nos poderes da lua,
espalhando na praia

centelhas da estrela da manhã. 

Sem comentários:

Enviar um comentário