terça-feira, 30 de maio de 2017

CANTILENA


CANTILENA

Num minuto
bate
repete
pára
o meu coração.
De ver-te
de ter-te
ao pé,
tomando comigo
um café,
iminente
é amar-te.
A lua
no teu rosto
alastra,
é segredo
manter-te
por tantas horas
a olhar para mim.
Vejo
a noite descida,
bom o fogão
a fazer tortilhas
para jantarmos

os dois.

Sem comentários:

Enviar um comentário